Domingo é dia da tradição do Conde de Herzberg » Jockey Club Brasileiro - Turfe

Domingo é dia da tradição do Conde de Herzberg

Conde de HerzbergpostNo domingo, 21 de maio, mais uma vez, o Jockey Club Brasileiro homenageia o Conde de Herzberg (foto).

O Grande Prêmio (G2) é uma das carreiras mais tradicionais do calendário carioca, sendo realizada desde 1932 e o primeiro páreo disputado no prado carioca.

Reunindo potros de 2 anos, a prova é reservada para os animais nascidos na Geração 2019.

O Conde Herzberg, casado com Leopoldina, filha do Major João Guilherme Suckow, foi fundador, benemérito em 1874, e grande benfeitor do Jockey Club. Nascido em Grunhubel, Hannover, era Capitão reformado do Exército Prussiano e instrutor de cavalaria das Forças Imperiais Brasileiras, onde tornou-se conhecido por ser exímio domador de cavalos.

Teve vários desentendimentos com diversas diretorias do Jockey Club, mas sempre se mostrou ativo, participante e apaixonado pelo clube e pelo turfe. Dirigiu quase todas as obras por que passou a pista do Prado Fluminense, sendo um dos redatores do primeiro Código de Corridas. As cores de sua farda eram as da sociedade: preto e encarnado.

Em 2023 foram anotados seis potros, são eles:

Lancaster (Stud Embalagem); Maranhão (Haras Anderson); Megamente (Stud H&R); Pachacuti (Stud Bela Esperança); Ronigol (Stud Verde); e Underpants (Haras Doce Vale).

da Redação – fonte:  Livro Jockey Club Brasileiro 130 anos – fotos: Livro JCB 130 anos & Sylvio Rondinelli

Gostou da notícia? Compartilhe!

Pular para o conteúdo